Grandes galhos seguem caindo em zona de caminhada


Dois extremos do Jardim Marajoara registraram quedas de galhos de árvores em zonas de passagem de pedestres nesta quarta-feira, 9 de janeiro. Na extremidade próxima à avenida Washington Luís, na altura da casa 81, um enorme galho de eucalipto despencou na calçada. Cinco pessoas faziam sua caminhada matinal e saíram do ponto exato da queda instantes antes que ela acontecesse, não sendo atingidos por pouco.

Já nas proximidades do entroncamento da avenida Interlagos com a avenida Manoel dos Reis Araújo, na altura da casa 1222, um galho com mais de 2 metros destacou-se de um dos eucaliptos da praça e lá caiu.

É importante notar que, enquanto uma galhada caiu sobre a calçada de caminhada, a outra caiu nas proximidades de um ponto de ônibus – portanto, com sério risco de ferir passantes.

A SAJAMA entrou em contato com a Prefeitura, que erroneamente encaminhou a ligação à Defesa Civil. Uma vez caídos, os galhos não ofereciam mais risco à população ou a sua propriedade. Isso significa que, àquela altura, o assunto passava a se tratar de um trabalho de zeladoria.

Foi enviado um ofício, pela SAJAMA, à Secretaria do Verde e Meio Ambiente, à Subprefeitura de Santo Amaro e à Defesa Civil pedindo providências em relações a outras árvores em condições similares no bairro.

Esta foi a segunda comunicação oficial emitida pela associação dos moradores na mesma semana, somando-se àquela feita por ocasião da queda de um grande eucalipto na Avenida Manoel dos Reis Araújo no domingo.[https://www.sajama.org.br/single-post/2019/01/10/Defesa-Civil-remove-eucalipto-ca%C3%ADdo-de-via-central-do-bairro]


Resposta da Subprefeitura


A Subprefeita de Santo Amaro, Janaina Lopes de Martini, manifestou-se por e-mail no dia seguinte ao incidente, assegurando ter solicitado a remoção dos galhos das vias – trabalho ainda não desempenhado na data de redação desta nota (11 de janeiro).

É importante lembrar que as únicas competências cabíveis à SAJAMA no caso da queda de árvores e galhos no espaço público é de acionar autoridades e monitorar seus trabalhos pelo bem da comunidade do bairro. A responsável pela avaliação das árvores é a agrônoma da Subprefeitura de Santo Amaro; o responsável pela autorização de qualquer manuseio é a Secretaria do Verde e Meio Ambiente e o trabalho só pode ser feito pelas subprefeituras.

Esses episódios recentes, que ofereceram risco a pessoas e a patrimônio individual, podem ser ultrapassados em gravidade na época de chuva em que nos encontramos se as autoridades não se sensibilizarem com os constantes pleitos da associação de bairro. Já se constatou e provou a necessidade de vistorias, em especial dos eucaliptos das praças [https://www.sajama.org.br/single-post/2019/01/10/Solu%C3%A7%C3%B5es-para-problemas-com-eucaliptos], para conservar a segurança dos moradores e visitantes do bairro. No entanto, seguem os entraves administrativos.

Mais recentes
Arquivo

SAJAMA

Sociedade dos Amigos de Bairro do Jardim Marajoara

Rua Mantis, 25, Jardim Marajoara
São Paulo - SP, CEP 04664-110

11 5541.8390

secretariasajama@sajama.org.br

  • Facebook Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey