Cará-moela (Dioscorea bulbifera)

Você conhece o cará-moela, ou cará-do-ar?


Isso mesmo, é um cará, mas diferentemente dos demais, que são tubérculos colhidos debaixo da terra, os carás-moelas são uma trepadeira e os tubérculos nascem ao longo do caule, no ar.

É um ingrediente originário da África e Ásia tropical. Tem formatos variados e a maioria das vezes parece uma moela de frango, o que fez dar o nome ao vegetal.


Os carás-moelas são comestíveis e têm sabor parecido com os carás, inhames ou mesmo batatas. A casca é lisa e bege, mas a parte interna pode ser branca, amarela ou arroxeada, de mesmo sabor, independentemente da cor. Utiliza-se da mesma forma que os carás, inhames ou batatas, em preparações salgadas ou doces.


É um alimento rico em vitaminas do complexo B e ótima fonte de carboidrato e proteína.

É muito fácil de ser cultivado. Basta esperar os tubérculos começarem a brotar, o que normalmente acontece no início da primavera. Dentro de 4 ou 5 meses, os tubérculos terão brotado nos caules e cairão quando estiverem prontos para serem consumidos.


As plantas então secam e os carás-moelas estão prontos para serem consumidos. Após a colheita, se mantidos em locais secos, conservam-se por até 4 meses. Depois disso começam a brotar e é hora de replantar.


Embora a planta seque, o tubérculo que originou a trepadeira, subterrâneo, fica adormecido e também voltará a brotar na primavera.


A planta é uma trepadeira, portanto, necessita de apoio para o seu crescimento. É uma planta linda e gosta de sol.

Para consumir, o mais fácil é cozinhar com casca e descascar depois de cozidos. Ficam ótimos tanto em pratos salgados, como doces e pães.

Uma boa opção é consumi-lo no café da manhã, cozido e acompanhado de manteiga ou mel, substituindo o pão. Uma boa opção para quem é intolerante ao glutem.


Se quiser plantar ou testar algumas receitas, entre em contato comigo: analicecorrea@gmail.com

Ana Alice Correia é moradora do bairro e ministra as aulas de culinária com plantas alimentícias não-convencionais (PANC). Divide neste espaço do site alguns conhecimentos e vivências desse já tradicional curso – que acontece quinzenalmente, às terças-feiras, das 8 às 9 horas da manhã na sede da Sajama.

Mais recentes
Arquivo

SAJAMA

Sociedade dos Amigos de Bairro do Jardim Marajoara

Rua Mantis, 25, Jardim Marajoara
São Paulo - SP, CEP 04664-110

11 5541.8390

secretariasajama@sajama.org.br

  • Facebook Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey